[ editar artigo]

O QUE AS STARTUPS PRECISAM PARA TER SUCESSO: CONHEÇA OS 5 PILARES FUNDAMENTAIS

O QUE AS STARTUPS PRECISAM PARA TER SUCESSO: CONHEÇA OS 5 PILARES FUNDAMENTAIS

Startups nascem de novas ideias e grandes inten√ß√Ķes de criar um neg√≥cio inovador e lucrativo. Por√©m, isso n√£o √© o bastante para garantir que a empresa seja bem-sucedida e alcance os resultados esperados.

Então, como fazer com que uma startup dê certo e, ainda, possa atrair o interesse de anjos e outras formas de capital de investimento?

Este artigo vai ajudar empreendedores e investidores a entender os cinco principais pilares que as startups precisam desenvolver para ter sucesso.

1.Ideação

A fase de idea√ß√£o √© o princ√≠pio de tudo, a ocasi√£o de entender o quanto a proposta √© v√°lida, eficaz e aplic√°vel. Por essa raz√£o ela √© t√£o importante. Aqui, s√£o feitas todas as pesquisas de mercado, concorr√™ncia e produto, as quais mostrar√£o se existe espa√ßo, p√ļblico e relev√Ęncia para aquilo que se pretende lan√ßar.

Algumas perguntas devem ser respondidas neste est√°gio: o produto ou servi√ßo verdadeiramente resolve uma dor? Alguma empresa j√° oferece a mesma solu√ß√£o? Quais s√£o as condi√ß√Ķes necess√°rias para produzir ou implementar? A produ√ß√£o ou implementa√ß√£o depende de quais circunst√Ęncias e expertises? 

2.Validação

Depois de estruturar a ideia, chega o momento de validar a viabilidade. √Č comum que inten√ß√Ķes inovadoras surjam, mas na hora de verificar se sua constru√ß√£o ou aplica√ß√£o √© vi√°vel, pode haver a descoberta de que n√£o √© algo t√£o aplic√°vel quanto parecia.

A valida√ß√£o vai responder se existe demanda para a oferta, se h√° fornecedores dispon√≠veis em todas as fases do processo de produ√ß√£o ou implementa√ß√£o, se existe concorr√™ncia e, talvez o mais importante, se o potencial cliente realmente v√™ benef√≠cios e tem interesse naquela solu√ß√£o. 

3.Produto mínimo viável

O MVP (Minimum Viable Product) √© uma vers√£o prim√°ria e b√°sica do produto ou servi√ßo que possa ser lan√ßada para uso e consumo do p√ļblico, ou ainda, uma quantidade m√≠nima produzida para testes.

Ap√≥s as constata√ß√Ķes e pesquisas iniciais, o MVP √© uma maneira de trazer o conceito para a realidade, verificando na pr√°tica o comportamento de todo o fluxo - da concep√ß√£o at√© a experi√™ncia do cliente - e levando ou n√£o a poss√≠veis aperfei√ßoamentos. 

4.Escala

Este pilar se refere ao potencial de crescimento e sustentabilidade. Pensar na escala est√° diretamente relacionado √† expans√£o da empresa, em termos de faturamento e volume de neg√≥cios, sem comprometimento da qualidade da produ√ß√£o, da entrega ou do atendimento ao cliente. Existe a necessidade de que este objetivo esteja previsto e desenhado dentro de uma perspectiva realiz√°vel e consistente. 

5.Parcerias agregadoras

O projeto da empresa tamb√©m requer solidez quanto √† forma√ß√£o estrutural e de gest√£o. O fundador, se n√£o for especialista no mercado onde planeja atuar, tem que contar com algum especialista ao seu lado na lideran√ßa da startup. Esse s√≥cio vai justamente complementar o conhecimento e a viv√™ncia necess√°ria para conduzir o neg√≥cio com assertividade e foco em solu√ß√Ķes e resultados. 

Garantir a presença e a qualidade dos cinco pilares que as startups precisam para ter sucesso certamente aumenta o potencial de criar uma empresa próspera.

Al√©m disso, eles s√£o fatores essenciais para atrair o interesse de investidores que queiram contribuir e capitalizar o neg√≥cio. 

Para saber mais a respeito de startups e aplica√ß√Ķes neste setor, assista a este v√≠deo. Voc√™ vai ouvir experientes investidores falando sobre o que consideram os maiores riscos ao investir nesta modalidade.

 

 

JUPTER ūüĖĖ
Ler conte√ļdo completo
Indicados para você